quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

A garota que eu quero - Markus Zusak



Termino de ler A garota que eu quero um tanto decepcionada. Eu comprei o livro sem saber que se tratava de uma trilogia e acho que isso pesou muito na hora da leitura. A descontinuidade da história, a falta de informações, que devem ter sido dadas nos volumes anteriores, fez falta para mim. Entendam, A garota que eu quero é o terceiro livro da trilogia Irmãos Wolfe, distribuído pela Editora Intrínseca. Antes dele vieram O azarão e Bom de briga, sendo que estes últimos foram publicados por outra editora, a  Bertrand. Não havia nenhuma indicação na capa do livro avisando que se tratava de uma trilogia, e sinceramente, fiquei bem chateada quando descobri.

Sobre o livro:

Cameron tem 15 anos e é o mais novo de três irmãos. A história da família Wolfe é contada através de sua visão tímida e cheia de verdades. Zusak expõe a alma do garoto no papel. Todos os desejos, pensamentos, sentimentos e a fome do Cam são palpáveis ao leitor. É um relato honesto e a relação dele com os irmãos mais velhos é, na minha opinião, o ponto forte da obra.

Apesar de tudo ir bem em casa, faltava alguma coisa na vida do Cam. Na verdade faltava uma pessoa, uma garota em que pudesse se afogar, como ele mesmo cita em um trecho do livro, dentro da alma dela, tratá-la bem, amá-la... revelar suas palavras tão preciosas, escritas de forma despretensiosa na cabeceira de sua cama. Durante muito tempo ele acreditou ter cruzado com essa pessoa, mas é quando conhece Octavia, uma das ex-namoradas de seu irmão Rube, que ele passa a ter certeza de que encontrou a garota certa.


A ideia do livro é bacana, mas o enredo deixa um pouco a desejar. Talvez eu tenha criado uma certa expectativa em relação à trama, já que Makus Zusak também escreveu "A menina que roubava livros", um dos meus favoritos. De certa forma, isso contou muito na hora de comprar esse livro. Senti falta da pluralidade na linguagem do autor, acho que pode ser uma dica bacana para a garotada ler nas férias, mas não indico aos mais crescidinhos.

Um comentário:

  1. Walter Pinheiro Jr.22 de janeiro de 2014 23:11

    É, a primeira critica negativa um blog nunca esquece hehhe. Já ouvi falar dos livros e confesso que fiquei com vontade de ler mesmo tanta gente dizendo que são medianos. Li A menina que roubava livros e já na página 100 estava odiando, e olhe que muita gente aclamou este bendito. Por isso, quem sabe vou dar uma chance a essa trilogia pra ver se sou do contra heheh. Bjus meninas.

    ResponderExcluir