terça-feira, 20 de agosto de 2013

Um Homem de Sorte – Nicholas Sparks



Um Homem de Sorte é o tipo de romance que contém todos os elementos capazes de prender o leitor à obra: guerra, destino, um cachorro esperto e, é claro, uma promissora história de amor.

Tudo começa quando Logan Thibault encontra uma fotografia de uma mulher no deserto, na época que ele era fuzileiro naval e estava no Oriente Médio lutando na guerra dos Estados Unidos contra o Iraque. A princípio não notou nada de mais na imagem: a mulher usava uma camisa com a estampa “Garota de Sorte”, tinha uns 20 e poucos anos e era muito bonita. Thibault acreditava que algum de seus colegas do Regimento havia perdido aquela fotografia e até tentou encontrar o dono, mas não obteve êxito.

Não consigo imaginar como deve funcionar a cabeça de um militar em um campo de batalha. Ver a morte de perto não deve ser fácil, talvez por isso alguns criem seus rituais de “boa sorte”. É o que acontece no livro. O melhor amigo de Thibault, Victor, era supersticioso e acreditava que a fotografia estava protegendo o companheiro de farda nos momentos difíceis, fazendo Thibault prometer que nunca a tiraria do bolso. De fato, nos cinco anos em que esteve no Iraque, Thibault viu muitos homens morrer, mas ele não saiu ferido em nenhum dos confrontos.

Sobreviver à guerra fez com que Thibault se sentisse em dívida com a mulher da foto, então, assim que ele voltou para os Estados Unidos decidiu procurá-la. Com os poucos elementos que pode extrair da imagem e a ajuda do tio google, descobriu para onde deveria ir. Sem pensar duas vezes Logan faz as malas e junto com o seu cachorro Zeus seguiu a pé do Colorado até Hampton, na Carolina do Norte. Lá, ele consegue encontrar a mulher da fotografia: Beth. Daí, muitas coisas começam a acontecer.

A história é linda, mas a narrativa é um pouco cansativa. Se você não for persistente e não acreditar no amor de Logan e Elizabeth pode acabar desistindo no meio do caminho. Mas vai por mim, se você gosta do gênero e já leu alguma outra coisa do Sparks, acho difícil se arrepender no final, mesmo com a pegadinha no epílogo!

Nas telonas Logan Thibault é vivido por Zac Efron e Beth é interpretada por Taylor Schilling. Tanto o filme quanto o livro é bom e eu super recomendo!




4 comentários:

  1. Super bacana o filme, o livro por conseguinte também deve ser. Ótima sugestão e crítica de leitura meninas!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha. O livro é lindo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. O livro é maravilhoso e o filme também ficou muito bom :)
    by - Bia

    ResponderExcluir
  4. Também gostei muito do livro, das personagens e do desenrolar da narrativa. Ainda não tive a possibilidade de ver o filme, mas pelo que percebo com a tua opinião encontra-se bom. Tenho de o tentar ver num futuro próximo. :)

    Boas leituras

    ResponderExcluir