sexta-feira, 26 de julho de 2013

Mentes Perigosas: O Psicopata Mora ao Lado - Ana Beatriz Barbosa Silva



Psicopata: indivíduo clinicamente perverso, com distúrbios mentais graves, marcado pela carência de sentimentos, falta de empatia e de caráter, frieza, individualismo, manipulação, sem arrependimentos em relação aos atos cruéis cometidos, ausência do medo e desprovidos de consciência.

É sobre essas pessoas que a psiquiatra e escritora Ana Beatriz Barbosa Silva fala em seu livro. E você, conhece alguém com umas dessas características? Alguém que te passou a perna ou te fez mal?

Quando pensamos em psicopatas vem logo em nossa cabeça uma pessoa violenta com cara de má. É aí que está o erro. Eles muitas vezes aparentam ser pessoas comuns que no dia-dia temos um relacionamento normal e nem imaginamos o que se passa na mente desse sujeito.

Segundo pesquisas apresentados no livro, a população mundial possui cerca de 4% de psicopatas, que apesar de ser um número relativamente pequeno, causa grandes desastres.

Em Mentes Perigosas são expostos vários casos reais de diferentes níveis de psicopatia, mostrando que esse indivíduo não é apenas o aquele que mata.  Susane von Richthofen, Guilherme de Pádua e maníacos sexuais são exemplos de alguns criminosos que ficaram famosos.


A obra é muito boa e intrigante. Faz com que comecemos a pensar sobre as pessoas que nos rodeiam e evitar contato com esses indivíduos.

5 comentários:

  1. Walter Pinheiro Jr.26 de julho de 2013 10:53

    Ótimo livro. É realmente intrigante e perturbador saber o quanto de gente Psicopata existe por aí, e nós não podemos fazer nada para evitar. A obra não é um manual de instrução infalível contra o ataque de psicopatas às nossas vidas, mas se destaca por nos dar informações importantes sobre aquilo que não conhecemos, jogando uma luz sobre o mito de que só existem psicopatas com cara de mau, assassinos e com a loucura transparente, como a resenha acima bravamente destacou.

    Parabéns meninas, excelente dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade Walter é bom saber que a psicopatia é uma patologia muito complexa e é encontrada em diferentes níveis. Não li o livro ainda, porém me preocupo se a autora tratou os casos do livro generalizando ou se explicou-os um a um contextualizando as ações criminosas e esclarecendo as diferenças entre os três níveis nos casos.

      Excluir
  2. Por incrível que pareça, conheço pessoas com essas características e sei que aparentam ser pessoas comuns, porém, com distúrbios que só são verdadeiramente percebidos por quem é atingido, apesar de nunca ter ocorrido comigo. Ótima dica, quero ler.

    Parabéns Ló e Renatinha!

    Ludmilla Dias

    ResponderExcluir
  3. Olá Nadja!
    O livro realmente fala sobre algumas ações criminosas e esclarece as diferenças entre os três níveis nos casos.

    ResponderExcluir